Postagens via Twitter

sábado, 27 de novembro de 2010

Obrigado

Nunca vou esquecer do carinho, respeito e companheirismo de todos. Grande abraço!

Obrigado Caratinga!

Fui chamado a aceitar novos desafios na área educacional e, infelizmente, tornou-se incompatível a minha permanência à frente da Secretaria Municipal de Educação - SME.

Sinto um orgulho imenso de ter feito parte da equipe da Rede Municipal de Educação. Desde o primeiro momento, tive o respeito, carinho e a colaboração de todos os professores e funcionários. Juntos, formamos uma verdadeira equipe cuja única bandeira era a educação.

Depositei neste trabalho toda a minha energia e dedicação com o único objetivo de contribuir para a melhoria da educação em Caratinga. O meu foco sempre foi o alcance de resultados que poderiam fazer a diferença para os alunos que estudam nas Escolas Municipais ou frequentam os Centros de Educação Infantil.

O desafio da educação municipal é enorme, mas é acalentado pela satisfação de ver que é possível, com muito trabalho, melhorar e construir aos poucos uma nova realidade para as crianças de Caratinga. Pautei minha conduta pela ética, compromisso, justiça e sensibilidade social. Saio mais humilde do que entrei, reconhecendo que resultados só são possíveis quando todos se sentem parte da equipe e desejam alcançá-los.

Tive o privilégio de contar com a total confiança do prefeito. Sempre fui escutado e recebi apoio em todas as vezes que solicitei. O Prefeito João Bosco é uma figura humana pela qual tenho enorme apreço e gratidão por ter confiado a mim uma tarefa tão importante. Hoje nos tornamos amigos, independentemente de política ou de cargos públicos. A principal lição que aprendi com ele foi a humildade e a capacidade de vencer adversidades.

Conheci secretários e funcionários, efetivos ou não, comprometidos com a coisa pública. Aprendi com eles que a parceria é fundamental e sempre fui muito bem atendido e respeitado. O meu maior orgulho é sair da Prefeitura com mais amigos do que quando entrei, isso já faz ter valido a pena!

Muita coisa ainda precisa ser feita pela Educação Municipal, mas nesses dois anos também houve importantes conquistas. Dentre elas, destaco a melhoria do aproveitamento escolar dos alunos constatado pelo Governo Federal através do IDEB - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica que saltou de 3,6 para 5,3 - a maior evolução dentre as cidades médias e grandes da região. Este avanço também foi confirmado pelo Governo Estadual através do PROEB - Programa de Avaliação da Rede Pública de Educação Básica e PROALFA - Programa de Avaliação da Alfabetização.

Promovemos a reestruturação de todas as Creches e Ceim’s - Centros de Educação Infantil, 100% municipalizados. Neles implantamos uma coordenação pedagógica específica, definimos uma rotina pedagógica por idade, adquirimos mobiliário adequado, aumentamos o número de monitores e diminuímos a sua carga horária diária, além de estabelecermos capacitação específica.

Implantamos o CERPE, um local exclusivo para a capacitação dos professores e triplicamos o número de horas de capacitação. Realizamos 04 simpósios municipais de educação com palestrantes de alto nível, envolvendo todos os professores.

Conseguimos aumentar o salário dos professores, criar o prêmio de destaque educacional e desenvolver uma nova avaliação de desempenho. Informatizamos o registro escolar, a Biblioteca Pública e implantamos 05 novos laboratórios.

Reestruturamos o projeto pedagógico das escolas e incentivamos a participação dos pais na vida escolar dos filhos através do Fórum Família-Escola. Desenvolvemos 03 projetos de Educação Integrada (Navegando com o barquinho, Maluquinhos pela escola e o Arte e Vida) atendendo a quase 200 alunos em período contra-turno. Diminuímos o Analfabetismo em Caratinga em 12% nesse dois anos, numa velocidade 10 vezes maior do que a média do país.

Criamos o Sistema de Avaliação Interna que monitora semestralmente o desempenho de todos os alunos do ensino fundamental em Português e Matemática de todas as turmas e escolas de Caratinga, permitindo um melhor planejamento e intervenção pedagógica. A média de aproveitamento aumentou de 63, no primeiro semestre de 2009, para 80 no segundo semestre de 2010.

Protocolamos diversos projetos junto ao MEC; conseguimos receber recursos diretamente nas escolas através do PDDE - Programa Dinheiro Direto na Escola; recebemos ônibus escolares; fomos incluídos no programa Mais Educação e tivemos o projeto do Pró-Infância aprovado pelo FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, aguardando liberação de recursos.

Caratinga foi escolhida para ser Pólo da Universidade Aberta do Brasil e deverá abrigar cursos da Universidade Pública.

O transporte escolar mais do que dobrou nesta gestão: passamos de 24 rotas para 54, atendendo mais de 2000 alunos com veículos novos vistoriados pelo Inmetro. Aumentamos o desconto no passe escolar; melhoramos o uniforme escolar dos alunos; ampliamos em 40% a merenda escolar e fomos uma das primeiras cidades do país e a primeira de Minas Gerais a comprar alimentos diretamente do produtor rural.

Atendíamos a 737 alunos e passamos a atender 1300. Mais quantidade e mais qualidade. Reformamos mais de 20 escolas, algumas recém construídas; contribuímos nas campanhas contra a Dengue e de conscientização sobre o trânsito.

A Educação Municipal ainda carece de muitas conquistas e avanços, principalmente na expansão da rede física. Esta equipe tem plenas condições de continuar o projeto e melhorar ainda mais a educacão do nosso município. A Carminha conta com toda a minha confiança e apoio para continuar o trabalho realizado.

Agradeço a todos aqueles que trabalharam comigo e confiaram na minha gestão. Agradeço especialmente o apoio das Diretoras, Coordenadoras Pedagógicas e Funcionários que atuam diretamente na SME.

Agradeço aos vereadores e à Câmara Municipal pela relação cordial e respeitosa. Agradeço aos diversos parceiros da Educação Municipal (Polícia Militar, TG, 6ª SRE, UNEC, FIC, Associação Comercial, Igreja Católica, Igrejas Evangélicas, Comunidade Espírita, Judiciário, Ministério Público, Clubes de Serviços, Associações Comunitárias, Funcime, Conselhos etc.).

Ao meu pai, minha gratidão pelo incentivo e apoio. Agradeço à imprensa por sempre ajudar a melhorar a educação municipal com críticas e elogios, fortalecendo a democracia.

Obrigado à comunidade pela confiança e a todos pelo carinho e respeito. Deixo a Secretaria Municipal de Educação, mas permaneço na Educação sempre - é o que eu escolhi para a minha vida.

Agradeço a Deus por me permitir viver esta experiência e à minha família pelo apoio em todas as horas. Obrigado Caratinga!

Prof. Pedro Leitão

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Avaliar para Melhorar

Veja o comparativo entre os resultados do 1/2009 e 0 1/2010. O desempenho geral dos alunos da rede municipal melhorou em português e matemática.


Já abordei este assunto em outra oportunidade, mas o que me motivou a expor novamente foi a consistência das avaliações da educação municipal na medida em que o tempo passa. Implantamos a partir de 2009, um sistema próprio para avaliar o aprendizado de todos os alunos da rede municipal em português e matemática. Isso é coerente com a corrente de educadores que argumentam que é necessário fortalecer, em primeiro lugar, os conhecimentos básicos que são fundamentais para o desenvolvimento futuro do aluno. Já conseguimos tabular o resultado de três avaliações e podemos perceber, mais do que a fotografia de um momento, a evolução das imagens, um filme da educação municipal. Todos sabem que os processo somente podem ser aprimorados e melhorados com avaliação contínua, na educação não é diferente. Somente gerenciamos aquilo que medimos. Passamos a perceber a evolução dos conhecimentos dos alunos através do desempenho nas provas de avaliação interna, em cada escola e em cada turma. Com isso, podemos ter uma radiografia completa, identificando onde avançamos e onde precisamos melhorar. A reunião com as diretoras foi muito produtiva porque saiu da subjetividade e apresentou os resultados da sua escola em gráficos e tabelas. Informação que será discutida com o colegiado escolar para traçar planos que corrijam o rumo. Estamos trabalhando com metas de desempenho, visando alavancar, ainda mais, a nossa nota geral do IDEB de 2011. Não podemos descansar em cima de resultados passados, precisamos olhar para o futuro e definir nossos objetivos. A avaliação interna é o modelo que nos permite enxergar o nosso caminhar para que possamos alcançar os nossos objetivos. Os resultados não trazem somente notícias boas, pois algumas escolas, apesar serem a minoria, apresentaram uma queda no aprendizado dos alunos. Isso serve para que estejamos atento para agir rapidamente, fazendo o que precisar ser feito. Agradeço a toda equipe que permitiu não somente avançarmos, mas principalmente visualizarmos sistematicamente este avanço no desempenho dos alunos.

domingo, 15 de agosto de 2010

O mestre na sombra


Existe uma certa unanimidade sobre a importância do estado de ânimo e da personalidade do professor na facilitação do processo de aprendizagem na sala de aula. Creio que todos concordam com a ideia de que a atividade do professor precisa ser bem paga. Claro. Parece existir, também, uma correlação clara entre salário e eficiência. Tem sido dado grande destaque à questão salarial, mas isso não parece ser suficiente.Além do salário, o reconhecimento da pessoa do mestre por parte da comunidade é muito importante.Se ele sair da sombra, se for conhecido, isso alavancará a sua autoestima, sem a qual o entusiasmo inexiste.Vivemos em uma época em que todo mundo -professor inclusive- gostaria de sair da sombra e do anonimato, pelo menos entre seus pares.Professor é a profissão onde o entusiasmo é indispensável. A fé na importância da tarefa que ele desempenha depende de reconhecimento e de uma certa notoriedade, talvez mais do que entre outros profissionais. O mestre precisa do olhar de apreciação, não só de seus alunos. Isto é, precisa ser aceito, mas depende disso a aceitação de sua mensagem.Há muitas décadas, o professor era muito importante. Ser reconhecido e cumprimentado por um alimentava a vaidade da pessoa. Valia a pena conhecer professores. A velha imagem da maçã na mesa do professor desapareceu. Ele já não é mais tão homenageado como antes. Uma ou outra família ainda se esforça para agradá-lo. Será ainda uma honra receber uma visita de professor? É uma honra ele aparecer em um aniversário? A minha proposta é que se anexem aos programas de valorização do professor projetos de especialistas em construção de imagem, marketing pessoal -por que não? Esses especialistas poderão tirar os mestres da sombra. Só a título de exemplo: poderíamos criar concursos de redação, de poesia, realizar passeios e excursões, congressos municipais ou regionais, tudo com alta visibilidade, repercussão na mídia.A ideia é tirar o professor de um lugar que ficou pequeno e redimensioná-lo como alguém que se diverte, que troca informações e compartilha conhecimento. Saberemos, assim, quem são, e eles se sentirão acompanhados. A condição do professor é muito especial: tem que despertar curiosidade, entusiasmo, fé, não só no conteúdo mas também na forma de aplicar o conteúdo. O magistério bem visto e admirado até facilitaria às autoridades conceder aumentos salariais. A profissão de ensinar depende do sorriso de satisfação do professor. Hoje, no século 21, ser reconhecido é ser visto, é ser notado. Um professor do ensino fundamental é o menos valorizado pela mídia e, consequentemente, pela sociedade.Gostaria de ver eventos de professores na TV, justamente aqueles que são tão criticados como responsáveis -os "que não dão conta".Vamos mostrar que nós os apreciamos. Ser professor do ensino fundamental não é apenas ensinar a ler, contar e escrever. O professor fica sozinho com a tarefa de ensinar a fazer "benfeito". É com ele que aprendemos ordem, aplicação e capricho. O professor é um modelo de "fazer". Hoje, sem nota de ordem, sem nota de aplicação, tendo por modelo professores anônimos sem história, como podem eles gerar cidadãos eficientes? É na primeira infância que se aprende a fazer. Além de reunião de pais com mestres, precisamos de mestres reconhecidos, para que possam fazer parte da história dos meus netos, como os meus professores fazem parte da minha história. (Folha de São Paulo, Equilibrio, terça-feira, 20 de julho de 2010 ANNA VERONICA MAUTNER -amautner@uol.com.br)

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Número de alunos aumenta na rede municipal de Caratinga


Já pude discutir aqui neste espaço sobre um dos grandes desafios da rede municipal atualmente; a necessidade de aumentar o número de alunos. Por que aumentar o número de alunos é tão importante para a educação municipal? Fácil de entender, quanto mais alunos registrados, maior será o repasse que recebemos do FUNDEB, pois o valor é calculado de acordo com o número de alunos matriculados no censo escolar. Portanto, quanto maior o valor do repasse, maior nossa capacidade de investimento na educação da cidade. Uma lógica simples que determina qual será a nossa perspectiva para o próximo ano. Afinal, se o número de alunos diminui, cai a nossa capacidade de investimento e também, consequentemente, a qualidade da educação. Por isso, aumentar o número de alunos é tão importante para a educação da cidade.


Em Caratinga, estávamos assistindo uma constante queda no número de alunos matriculados na rede municipal. Os dados demonstram que a partir de 2006 o número diminuía a cada ano. Como pode ser verificado no gráfico houve uma sequência de queda em 2006/2007/2008. Sabendo da importância de reverter esta tendência, o governo fez um esforço coletivo junto com todas as escolas para inverter a curva de queda constante, pois poderia comprometer seriamente a capacidade de investimento do município na educação básica. A partir de 2009 (Veja no Gráfico) verificamos esta inversão e uma volta do crescimento no número de alunos. A boa notícia veio com o censo de 2010 e a perspectiva de aumentarmos para 6240 o número de alunos matriculados, batendo um recorde na série recente. Uma grande vitória para a rede municipal, pois isto fortalece o projeto e garante mais recursos para o próximo ano. Para continuar ampliando será necessário a construção de novas escolas e CEIM's, mas a curva de queda já inverteu e aponta para o crescimento da rede municipal.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Ministro da educação elogia desempenho de Caratinga




















Nesta semana, eu e o Prefeito de Caratinga, João Bosco Pessine, fomos recebidos no MEC pelo Ministro da Educação Fernando Haddad. Na oportunidade pudemos relatar o esforço que estamos fazendo para melhorar a educação do município e ouvimos do Ministro as principais ações do MEC para a Educação Básica. O Ministro Fernando Haddad elogiou o desempenho do IDEB de Caratinga que na última avaliação teve uma das maiores altas do registradas no país, considerando que o aumento no indicador de qualidade foi quatro vezes superior ao registrado na média do país. "Caratinga conseguiu uma excelente nota no IDEB" disse, sempre muito atencioso o Ministro ainda fez questão de gravar depoimento para as professoras, diretoras e equipe pedagógica. Dissemos ao Ministro que temos muito trabalho pela frente pois a partir de agora temos o compromisso de manter a qualidade sempre melhorando. Eu e o Prefeito ficamos muito satisfeitos e orgulhosos de ver o nome de Caratinga ser associado pelo Ministro com avanços na educação. Ainda recebemos depoimento da Maria do Pilar, Secretária de Educação Básica do MEC e também da Míriam Leitão. Compartilho com alegria os elogios, mas reafirmo a importância de nos esforçarmos ainda mais. Por isso, o planejamento pedagógico do segundo semestre deve estar sintonizado com as novas metas e objetivos ainda mais audaciosos. Procurar onde podemos melhorar e o que precisamos manter será sempre o nosso guia na educação.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Caratinga supera meta de qualidade da educação





O IDEB* é o principal indicador da qualidade da educação básica no Brasil. Através desse índice, o Ministério da Educação avalia a qualidade da educação básica em todos os municípios do país. Em Caratinga, o IDEB indicou que a qualidade da educação caiu de 2005 para 2007, passando de 3,9 para 3,6. Nesse período, a nota ficou abaixo da meta estabelecida pelo MEC e da média nacional. Para 2009, o nosso desafio era melhorar a qualidade do ensino e atingir a meta de elevar o índice para 4,2, conforme estabelecido pelo Ministério da Educação. Com enorme satisfação e orgulho recebemos a notícia que a nova nota do IDEB de Caratinga foi de 5,3, maior do que a meta estabelecida e maior do que a média nacional. E mais do que isso, atingimos, hoje, a meta de qualidade que o MEC projetou para o nosso município para 2015. O desempenho dos alunos melhorou e muito! Na prova de português, o número de acertos passou de 155 para 200 e em Matemática, de 175 para 226. A excelente avaliação demonstra o esforço da administração municipal, Secretaria de Educação, Diretoras de Escola, Coordenadoras Pedagógicas, Professoras, alunos e pais de alunos. O envolvimento de todos melhorou, consideravelmente, a qualidade da educação em Caratinga. Além disso, investimentos em capacitação de professores, reformulação do modelo pedagógico, metas de qualidade para cada escola e avaliações freqüentes do trabalho pedagógico ajudaram a conseguir este resultado. Agora é continuar o trabalho para continuar melhorando a educação da rede municipal.

*Índice de Desenvolvimento da Educação Básica que indica a qualidade da educação. O indicador é calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar e médias de desempenho nas avaliações dos alunos na Prova Brasil aplicada em todos os municípios.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Novo IDEB


O IDEB é um índice de desenvolvimento da educação básica, trata-se de um indicador de qualidade do ensino fundamental no país que vem sendo divulgado desde 2005. Quando o Prefeito me convidou a assumir a Secretaria de Educação, colocou como principal ação, a elevação da qualidade da educação do município e, conseuqentemente, ,aumento do IDEB municipal. Caratinga observou o IDEB diminuir de 2005 para 2007, de 3,9 para 3,6, ficamos abaixo da média nacional e estadual. Mas o pior foi ver que a qualidade estava diminuindo. Trabalhamos muito para mudar esta situação, inverter a curva, e conseguir resultados melhores.


O ministro acabou de fazer um pronunciamento através da TV MEC anunciando o novo IDEB nacional. Informou que o IDEB do país aumentou e superou a meta estabelecida. Ainda não sabemos qual o IDEB de Caratinga, provavelmente será divulgado segunda-feira. Nós da Secretaria Municipal de Educação estamos ansiosos para ver qual o foi o resultados que alcançamos. Sabemos que em pouco tempo talvez possamos não atingir o resultado esperado, mas estou confiante pelo tanto que nos dedicamos que veremos um indicador melhor do que o atual.
Caratinga merece um IDEB melhor e acredito que com a dedicação de diretoras, coordenadoras pedagógicas e professoras tenhamos obtido êxito. Independente do resultado que será anunciado na segunda-feira, fica o meu agradecimento a todos que se esforçaram para reverter a queda da qualidade de ensino e buscaram melhorar a educação municipal.
Aguardemos os resultados.